Views
11 months ago

f+h intralogistica 3/2015 (PT)

  • Text
  • Sistema
  • Sistemas
  • Empresa
  • Produtos
  • Carga
  • Clientes
  • Forma
  • Cliente
  • Guindastes
  • Transporte
f+h intralogistica 3/2015 (PT)

ESTOCAGEM Mais agilidade

ESTOCAGEM Mais agilidade no transporte de rodas e calotas graças à eficiência dos sistemas viastore Diferentes tamanhos de palete, estações de separação de palete para palete, pequenos pedidos e até pedidos volumosos: os processos do novo depósito central da Alcar estão perfeitamente sincronizados. A empresa viastore precisou, no entanto, considerar alguns fatores especiais na implantação do projeto. “Inicialmente só tínhamos uma certeza: a necessidade de um armazém totalmente automatizado”, resume Klaus-René Küfer, diretor geral da Alcar Leichtmetallräder GmbH, com sede em Siegburg/Alemanha. Essa constatação foi motivada pela crescente pressão por desempenho na entrega e pelo desenvolvimento positivo dos negócios da Alcar: Quase dois milhões de rodas e calotas de alumínio são fabricadas anual- mente pela empresa, dos quais cerca de 1,2 milhão em Neuenrade, distante apenas cinco quilômetros do novo depósito central em Balve. Tanto as empresas distribuidoras do grupo empresarial como os importadores de peças deviam ser abastecidos com mercadorias provenientes de Balve. Embora a Alcar já dispunha de um depósito central manual próximo de Osnabrück, suas capacidades já não atendiam os números continuamente crescentes de produção e vendas. Um segundo depósito central em Balve destinava-se a aliviar a crescente pressão por desempenho na entrega de mercadorias: “Nossos negócios são concretizados principalmente em dois períodos curtos, na primavera e no outono. Geralmente temos apenas 48 horas para levar a mercadoria até o cliente. Tudo aquilo que não conseguimos entregar durante os picos sazonais se traduz em negócio perdido”, explica Küfer. Ele espera que o depósito totalmente automatizado permita mais eficiência na separação e disponibilização dos paletes a serem expedidos – procedimentos que até agora envolviam um alto custo de tempo e espaço. “Nós não tínhamos, no entanto, qualquer experiência com um sistema totalmente automático. Tínhamos ape-

ESTOCAGEM Sobre a viastore systems A viastore systems, sediada em Stuttgart – Alemanha, é uma das líderes no fornecimento de sistemas turnkey automatizados para intralogística, WMS, soluções logísticas SAP, software para gerenciamento de fluxo de materiais e controle de processos, Shuttle e máquinas de armazenamento automáticas. Com a força de seus 450 funcionários, a viastore atingiu um turnover de 120 Mi de Euros em 2014. O integrador de sistemas tem filiais no Brasil, China, França, Rússia, Espanha, República Tcheca, EUA e em outros lugares ao redor do mundo. 01 Sistema de prateleiras de seis vias para 17.240 paletes nas uma idéia daquilo que armazenamos, de quantos caminhões entregam e retiram mercadoria e que precisamos de uma separação eficiente”, relata Küfer sobre as necessidades da Alcar. Tudo de uma única fonte A Alcar estava à procura de um parceiro que pudesse desenvolver, planejar e construir o armazém, mas que - além da instalação do sistema, também dispusesse de destacada competência em software. A exigência era um sistema de gerenciamento de armazéns (WMS), que possibilitasse o intercâmbio de dados com o sistema de gerenciamento de mercadorias M3 da Infor. Além disso, a empresa contratada também seria responsável pela parte construtiva, inclusive fundação/piso do prédio, teto, paredes e sistema de prevenção de incêndio. A Alcar encontrou este pacote completo, inclusive o sistema padrão WMS viad@t, na Viastore Systems GmbH, Stuttgart/Alemanha. O software viad@t gerencia estoques, pesquisa as estratégias mais eficazes e permite uma operação intuitiva. Além disso, o software regula o controle e a visualização dos complexos fluxos de material no armazém automatizado. Interfaces padronizadas permitem acoplar o sistema a todos os sistemas ERP e de gerenciamento de mercadorias. “Após uma análise geral, inicialmente desenvolvemos um projeto preliminar – primeiro diagramas de fluxo de materiais, depois o respectivo layout. Esse projeto inicial foi progressivamente detalhado em reuniões conjuntas”, relata Wolfgang König, chefe de projeto da viastore. Quase dois anos se passaram entre os primeiros esboços e a finalização do projeto definitivo. “Quando você não tem nenhuma experiência nesse tipo de projeto, como era o nosso caso, e estamos falando de um investimento de 13 milhões de euros, você não resolve o assunto de um dia para o outro”, salienta Küfer. O projeto definitivo previa um armazém automático autoportante com altura de 23 m e comprimento de corredor de 87 m (Figura 01). As características do solo constituíram um desafio especial. Küfer explica: “O solo existente na localidade da instalação, de formação cárstica e sem camadas rochosas definidas, exigia que a fundação do prédio fosse colocada sobre estacas. No entanto, somente no decorrer do projeto de construção foi constatada uma erosão significativa das rochas - enquanto num ponto da construção era necessário colocar uma estaca de apenas cinco metros, alguns metros à frente exigiam 33 metros de profundidade.” Economia de tempo e espaço na entrada de mercadorias O centro logístico disponibiliza espaço para 700.000 rodas. O armazém de dupla profundidade é operado com seis Transelevadores viastore tipo Viapal. Um sistema integrado de transportadores liga o armazém através de três pontes com as portas corta-fogo e portas rápidas com o edifício, no qual estão localizadas a entrada e saída de mercadorias bem como a separação. A entrada de mercadorias é realizada através de apenas uma estação de carregamento: “Isso é suficiente, já que os paletes de mercadoria provenientes da produção própria possuem f+h Intralogística 33